As gazetas manuscritas e a cultura política da primeira metade do século XVIII

 

Coordenadores: João Luís Lisboa (FCSH-UNL/CHC); Fernanda Olival (CIDEHUS-UE);Tiago Miranda (CNCDP/CHC).

 

 

As Gazetas manuscritas da primeira metade do século XVIII seriam texto de circulação não muito alargada e que, quase seguramente, não passariam pelo crivo da censura. Continham, assim, informações minuciosas sobre a política e sociedade, difíceis de encontrar noutro tipo de fontes. Redigiram-se não só em Portugal, como noutras formações políticas europeias.

O desenvolvimento deste projecto deve implicar diversos protocolos: um entre o CIDEHUS e o Centro de História da Cultura da Universidade Nova de Lisboa; outro, entre os dois centros referidos e a Biblioteca Pública de Évora. Num momento posterior serão elaborados outros, tendo em vista a publicação dos textos (BN; CMLx).

 

- Objectivos: a) Publicar um volume por ano, a partir de 2001, em edição diplomática, mas sem grande aparato crítico. O texto será antecedido por uma introdução geral; b) Desenvolver e incentivar estudos a partir deste tipo de fontes: assim, em Novembro de 2001 seria feito um pequeno Seminário na Universidade de Évora sobre a organização destas gazetas, públicas e autorias. Apesar de aberto, destinar-se-á prioritariamente aos membros da equipa.